PESQUISAR

O VENTO SOPRA ONDE QUER...

Por Marco Sousa


"O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito" - João 3:8

O cristão fiel a Deus tem todos os motivos para glorificá-lo, afinal o Espírito Santo dado por Cristo ainda assopra trazendo refrigério e cura para a alma dos pecares que se deixam moldar pela palavra de Deus.

Tal qual o vento, a ação do Espírito Santo nunca esteve presa entre quatro paredes e nunca esteve enclausurada nos limites ou barreiras levantadas por homens. O vento sempre assoprou majestoso. O mesmo Espírito Santo que convenceu José (em sonhos) a não abandonar Maria por causa do nascimento do salvador (Oh segredo glorioso!) também falou em sonhos com a mulher de Pilatos dando a ela e ao governador uma chance de mudança de vida.

"E, estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele" - Mateus 27:19

Todo homem anda em seu próprio caminho de morte (longe do Senhor), mas um dia o vento assopra para conduzir este homem ao caminho da vida que é o próprio Cristo (se o pecador aceitar ser conduzido).

Lembro-me de certo irmão bastante humilde e fiel ao Senhor que sempre congregou em certa igreja evangélica brasileira. O referido irmão começou a praticar o sectarismo e o exclusivismo, pois aprendera (erroneamente) que apenas a denominação dele era a detentora da salvação e que o vento soprava somente nos arraiais com a placa da igreja dele. Como é homem de oração e apaixonado por almas perdidas, certa noite o Senhor o visitou em sonhos e começou a falar com ele sobre as outras denominações e sobre os servos que o Senhor tem dentro delas. No sonho eram poucos os servos que o Senhor tinha dentro da denominação que ele fazia parte, bem como dentro das outras denominações... Ele viu a mão grandiosa do Senhor entrando em cada denominação e via nitidamente cada placa denominacional, lá dentro a mão do Senhor separava poucos e o Senhor dizia que aqueles pertenciam a ELE. O referido irmão acordou chorando e pediu perdão ao Senhor por ter colocado a denominação dele no lugar de mediadora entre Deus e os homens (lugar que só pertence a Cristo) e por ter destratado outros irmãos em sua jornada cristã.

O vento é soberano, é glorioso e tem vontade própria, ele não está preso debaixo da vontade dos homens. Ele ainda fala hoje por meio de sonhos, visões e revelações. Se o vento soprar na sua vida não cometa o equivoco de ficar vaidoso e não queira manipular a vida do seu próximo com os dons espirituais. Eles existem para edificação da igreja e não para o empoderamento dos coronéis. Não queira manipular o vento, pois Deus não empresta e não dá a sua glória a ninguém.

A sabedoria edifica a casa de Deus e a humildade precede a honra.

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espírito Santo!